segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

Opinião: Sensatez (Antonio Neto)

O primeiro post da semana é a opinião do articulista do face, meu amigo Antonio Neto. A propriedade do Neto quanto às ridículas manifestações de ódio ao desenvolvimento de Campo Maior,  é algo que nos deixa preocupados quanto ao nível intelectual de muita gente que imaginamos "pessoas do bem".

Sensatez

Há algumas coisas por trás das disputas entre situação e oposição que não percebemos. Coisas bem diferentes das aparências, onde somos nós os principais afetados por essas coisas que tão pouco podemos entender.

Há muito e muito tempo, ouvi um história do meu querido irmão em Cristo, Pastor Manoel Cardoso ( Primeira Igreja Batista de Campo Maior) onde ele narrou assim:

"Dois soldados inimigos no campo de batalha, podem perfeitamente se unir para procurar água para beber na sua luta pela sobrevivência, sem que isso promova qualquer alteração nas questões que os levaram a entrar em combate. É o aliado circunstancial. Não é, de forma nenhuma, um amigo. É alguém a quem é mais inteligente se unir numa circunstância muito específica, em que a outra opção seria enfrentar sozinho um mal enorme".

Moral da História: o simples fato de estarem frequentemente se enfrentando não quer dizer que eles não possam se juntar no combate a terceiros personagens (AÇUDE GRANDE), que queiram, por exemplo, questionar a limpeza do Açude , que irá beneficiar, historicamente, a população campo-maiorenses.

A dinâmica do Poder não é movimentada por personagens imaturos e passionais. Algumas criaturas assim aparecem, de quando em vez, mas somem logo e mandam muito pouco, na verdade. Os grandes líderes políticos são pessoas altamente calculistas e frias o bastante para combaterem o adversário aqui, sem deixar de se aliar a ele acolá, na hora em que for conveniente, principalmente quando  em benefício do povo.

Antonio Neto 

Um comentário:

Marcus disse...

Muito boa sua reflexão Neto, especialmente quando se menciona o ajuntamento de forças para o bem de todos ou para um bem maior. Uma oposição responsável jamais se levantará contra a cidade para meros fins eleitoreiros, nem a situação pode se levantar para barrar projetos da oposição com a mesma finalidade.